Onze em cada grupo de cem bebês nascidos no Brasil são prematuros.

Meninas

No Jornal Hoje, essa matéria teve destaque e achei importante para as que não viram, reproduzir aqui.

Infelizmente, como já contei aqui, fiz parte dessa triste estatística..

Acho válida toda discussão diante desse assunto para que todas tenham conhecimento do que anda acontecendo : uma industria das cesarianas..

Não sou contra, não sou radical, mas há de se ter uma reflexão séria sobre esse assunto..

Leiam o texto :

Onze em cada cem bebês nascidos no Brasil são prematuros, segundo estudo apoiado pelo Unicef e pelo Ministério da Saúde. A criança é considerada prematura quando nasce com até 37 semanas de gestação.

Na última década, o número de prematuros aumentou além do esperado no país. De pouco menos de 7% dos nascidos no ano 2000, passou para mais de 11% em 2010. As regiões com maior incidência são sudeste e sul do país.

O levantamento indica que pode haver uma relação entre o aumento de partos prematuros e o crescimento do número de cesarianas.  “O estudo não é conclusivo, porém há vários elementos que podem associar o absurdo número de cesarianas, que poderiam estar levando a um maior número de nascimento de prematuros no Brasil”, afirma Cristina Albuquerque, coordenadora de saúde infantil da Unicef.

Organização Mundial de Saúde recomenda que as cesarianas não passem de 15% do total de partos. No Brasil, o índice é de 52,3%, o maior do mundo.

Outro dado também chamou a atenção: as regiões mais desenvolvidas e com melhores recursos médicos são as que tiveram os maiores aumentos no número de prematuros. O motivo pode estar no avanço tecnológico.

“Antigamente, crianças de muito baixo peso, menor que um quilo, faziam parte da lista de óbito e agora elas estão entrando na lista dos prematuros que sobrevivem”, analisa Amarilis Batista Teixeira, pediatra neonatologista e intensivista neonatal.

A maior incidência de prematuros é em mães com menos de 15 anos e acima de 35 anos.

 

images (1)