Mães de UTI Neo Natal

Olá meninas !

Compartilho com vocês hoje, a experiência que tivemos em um Uti NeoNatal.  Sim, tivemos porquê eu e meu marido nos internamos com o José Inácio nos 5 dias mais longos de nossas vidas.

José Inácio nasceu com duas semanas de antecedência e precisou ficar na incubadora até completar as 38 semanas.  Não precisou ser entubado nem nada. Só precisou, digamos, amadurecer.

Faço uma observação para um erro que cometemos: ao nos internarmos para o parto, após três consultas pré-natais com a médica que faria a cesariana, não atentamos para as obras na UTI NeoNatal. Nunca passaria pela nossa cabeça que precisaríamos dela e no dia seguinte ao parto fomos transferidos para outra unidade para que ele ficasse na incubadora correta. Embora não sejamos pais de primeira viajem, cometemos essa falta de atenção tão amadora.

A pior e mais dolorida sensação que uma mãe pode sentir é ter alta da maternidade e sai de lá sem seu bebê no colo..Doloroso demais.

É uma experiência muito marcante na vida dos pais. Ver seu bebê ali, quietinho, dentro daquela incubadora..Por mais que você possa tocá-lo,não é mesma coisa de estarmos com os pequenos em casa.

Acompanhamos outros pais,outros bebês naquela situação muitas das vezes bem pior daquela que estamos vivenciando com nossos pequenos.

Acabamos pedindo a Deus pelos outros bebês e suas familias que ali estão

Acabamos virando um familia : as mães,os pais,as enfermeiras, as médicas,as faxineiras.

Nosso caso,como falei acima,foi muito rápido e logo fomos embora. Hoje, ele tem 2 meses,mama pra caramba,está com 5.100 e 56 centímetros. Tudo perfeito ! Nem parece que nasceu antes do tempo ! E já sorri,brinca e interage conosco !

Jamais vamos esquecer do trabalho incansável dos profissionais que cuidaram tão bem do nosso pequeno e das duas amiguinhas dele que ainda estão por lá. Nada grave com as meninas,elas só precisam ganhar peso pq nasceram pré-maturas de 6 meses…

Dra Rosangela Cippola,Dra Mirlaine,Enfermeira Soraia, Badoco e Adriana são pessoas que iremos agradecer sempre a Deus por existirem e cuidar não somente dos bebês, mas também dos pais e familiares que também sofrem com tal situação.

E a todas aquelas que estão estão em uma UTI aguardando o tempo dos seus pequenos saírem,digo o que sempre repetia nas minhas orações: Deus sabe de todas coisas e sempre tem o melhor para nossas vidas. Por mais que naquele momento pareça o caos.

Digo que hoje sou uma nova mãe,uma nova esposa,uma nova mulher..Ninguém sai ileso de uma situação como essas..Aprendemos a dar valor a tantas coisas que antes passavam desapercebido diante de nossos olhos.

Um beijo a todas !

Ale