Dicas de como introduzir frutas na alimentação dos nossos bebês !

Olá meninas !

Vamos trocar ideias sobre nossos bebês ?

Até os seis meses de idade, o leite materno é o alimento exclusivo dos bebês. Mas a partir dessa idade, é importante introduzir novos nutrientes à dieta dos pequenos, para que eles cresçam cada vez mais fortes e saudáveis. A amamentação continua sendo muito importante neste período, mas a partir de agora, as frutas e papinhas estão liberadas.

Neste post, reuni algumas dicas para você que está nesta fase tão gostosa de oferecer novos alimentos ao seu bebê. Mas vale ressaltar, que é fundamental seguir as recomendações do seu pediatra, respeitando a individualidade de cada criança.

E se pensar em frutas faz com que você imediatamente se preocupe com a bagunça da hora da papinha, não se preocupe! Aqui você encontra dicas de como lavar roupa na máquina para deixar as roupas do bebê – e as suas – limpinhas novamente de maneira rápida e eficiente.

bebe-comida-papinha-fruta-3-1
Fonte – Google Imagens

Dicas para apresentar frutas para o bebê:

⦁    Tenha paciência! Nem sempre o bebê vai aceitar as frutas logo na primeira tentativa. Não force, mas continue oferecendo até que ele decida experimentar.

⦁    Cuidado com os sucos. Os sucos possuem uma quantidade muito concentrada de frutose, que apesar de ser natural continua sendo açúcar. Sendo assim, se for oferecer sucos, maneire na quantidade, oferecendo em uma colher pequena.

⦁    Ainda sobre os sucos. Os sucos também não devem substituir as frutas in natura, já que o processo de espremer ou processar a fruta faz com que perca alguns nutrientes. Lembre-se também de não coar ou adoçar os sucos.
⦁    Comece pelo mais simples. Para acostumar a criança a comer frutas, o ideal é começar por sabores menos intensos, como maçã, pera e banana. Em seguida, prossiga para o mamão, melão, melancia, uva, pêssego e abacate. Deixe por último as frutas críticas como laranja, abacaxi e nectarina; e as silvestres como morango, framboesa e groselha.

⦁    Dispense o liquidificador. Sirva as frutas raspadas ou amassadas em consistência de purê, sem peneirar, e dispense o uso do liquidificador já que ele também faz com que a fruta perca boa parte das suas fibras.

⦁    Cascas e caroços. Fique atento para remover bem todas as sementes e caroços, inclusive de uvas. No caso das cascas, retire as mais duras totalmente e lave bem as comestíveis.

⦁    Corte em palitos. Caso a criança já consiga mastigar as frutas em estado sólido, corte-as em palitos grossos para que ela mesma possa segurá-la.

⦁    Aposte nos orgânicos. Sempre que possível, ofereça frutas orgânicas ao seu bebê, evitando assim que ele possa consumir agrotóxicos.

⦁    Não cozinhe. Cozinhar as frutas faz com que ela perca muitos dos seus nutrientes, por isso sirva-as sempre in natura.

 

Dúvidas frequentes sobre dar frutas para bebês:

⦁    Como saber se o bebê está satisfeito? Cada bebê tem maneiras particulares de indicar que está satisfeito e certamente a mãe vai aprender a identificá-las. Virar o rosto, não abrir a boca ou brincar com a comida podem ser alguns desses sinais.

⦁    As fezes vão mudar? Sim, ao introduzir alimentos sólidos na alimentação do bebê, a cor deve mudar, assim como o odor. Caso você perceba que elas estejam muito duras ou moles, converse com o pediatra.

⦁    Existe alguma fruta contraindicada? Não, nenhuma fruta é contraindicada, mas é sempre bom variar e priorizar as frutas da estação. É importante que o bebê experimente todos os sabores, inclusive os azedos, por isso as frutas cítricas também devem ser incluídas na dieta.

⦁    Devo adoçar as frutas? Não, sirva as frutas sempre naturais e puras, sem nenhuma adição de açúcar ou adoçante. Lembre-se ainda que crianças de até um ano não devem consumir mel devido ao risco de botulismo infantil.

⦁    Posso misturar as frutas? No começo, o ideal é introduzir as frutas individualmente, com um espaço de pelo menos três dias entre uma e outra. Dessa forma, se alguma delas fizer algum mal ao bebê, tal como uma reação alérgica ou dores de barriga, você pode identificar qual foi.

Fonte - Google Imagens
Fonte – Google Imagens